Carregando...

Central de marcação: (21) 3799.8999 | (21) 2602.3750 | (21) 98604.3860

O que o teste do pezinho pode detectar na sua saúde?

Postado: 10 de fevereiro de 2017

Basta uma picadinha no calcanhar do neném, após as primeiras 48 horas de vida, para o diagnóstico de algumas doenças, o tratamento precoce adequado e evitar consequências graves no futuro. A amostra do teste do pezinho pode ser feita até o 5º dia de vida da criança.

Esse período de dois dias antes do exame é essencial para que o funcionamento do organismo do bebê se estabeleça e seja possível detectar certas doenças, principalmente a fenilcetonúria, que é diagnosticada após a digestão do leite materno ou da fórmula infantil. Prematuros devem voltar ao hospital após 30 dias para uma nova etapa de exames.

A amostra de sangue é coletada do calcanhar do bebê porque a região tem boa irrigação sanguínea e gera menos dor. O teste permite detectar hipotireoidismo congênito, fibrose cística, anemia falciforme e demais hemoglobinopatias. Na rede privada, a maioria das maternidades oferece o teste ampliado que detecta mais seis doenças, além das mencionadas na versão básica, como toxoplasmose congênita e hiperplasia adrenal congênita. Há ainda o teste Super, que é capaz de diagnosticar até 48 patologias.

O resultado pode demorar até 30 dias e é fundamental que os pais se informem no hospital como devem fazer para obter o resultado. Caso haja alguma alteração, uma nova coleta deverá ser solicitada para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

Conheça as patologias diagnosticáveis no Teste do Pezinho básico:
FENILCETONÚRIA – O acúmulo no organismo do aminoácido fenilalanina pode causar distúrbios cognitivos.

HIPOTIREOIDISMO CONGÊNITO – Decorrente da insuficiência do hormônio da tireoide. A falta de tiroxina pode causar retardo mental e comprometimento do desenvolvimento físico.

ANEMIA FALCIFORME E OUTRAS HEMOGLOBINOPATIAS – Alteração da hemoglobina que dificulta a circulação, podendo afetar quase todos os órgãos. Pode causar anemia, atraso no crescimento e dores e infecções generalizadas. É incurável.

FIBROSE CÍSTICA – Aumento da viscosidade das secreções, propiciando as infecções respiratórias e gastrointestinais. Atinge pulmões e pâncreas. É incurável.

Fonte: Revista Crescer

Publicado por: susga

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


4 + = oito

Susga

Clínica Susga

Medicina Diagnóstica
Com 40 anos de história, a Clínica Susga é referência no mercado em exames de diagnósticos por imagem na região de São Gonçalo e Leste Fluminense...
Perfil Completo